Menu
quinta, 15 de novembro de 2018
Cidade

Bombeiros capturam onça-parda

16 Dez 2008 - 23h22Por Redação São Carlos Agora
Homens do Corpo de Bombeiros de São Carlos capturaram na noite de hoje (16) uma onça-parda, que foi atropelada por um carro na vicinal Ulisses Guimarães, em Itaqueri da Serra, região de Rio Claro. O animal foi trazido para São Carlos e foi levado ao Parque Ecológico da cidade.

Por volta das 18h40, o Corpo de Bombeiros de São Carlos foi alertado por policiais ambientais daquela região, que uma onça parda havia sido atropelada por um veículo que transitava pela vicinal. No local, o sargento Carvalho e soldados Maciel e Botelho encontraram o animal ferido e acuado em uma pequena mata. Com o auxilio de um cambão eles conseguiram capturar a onça, que foi colocada em uma jaula especifica e removida até a sede do Corpo de Bombeiros em São Carlos. O soldado Botelho que também estuda biologia disse que a onça ainda não atingiu a idade adulta. Ela será encaminhada ao Parque Ecológico, onde passará por exames e receberá tratamento veterinário.

Segundo maior felídeo neotropical

A majestosa onça-parda, ou suçuarana (Nome científico: Puma concolor) é o segundo maior felídeo neotropical, menor apenas que a onça-pintada. Chega a atingir mais de 1 metro de comprimento (fora a cauda), e de 61 a 63 centímetros de altura. Seu peso pode atingir mais de 80 kg. O pelo é em geral bege-rosado, mas também pode ser cinza ou marrom. Pode viver até 20 anos em cativeiro.

Seu corpo, pescoço e cauda são longos e a cabeça e orelhas são pequenas. Os membros inferiores e posteriores são muito fortes, e as patas almofadadas, o que a torna extremamente ágil, além de silenciosa. A onça-parda pode saltar para o chão de até 15 metros de altura, ou até 6 metros de extensão. Essas características, aliadas a poderosas garras, fazem da onça-parda uma exímia caçadora.

Pode ser encontrada em todo o continente americano, nas montanhas, florestas tropicais e cerrados.

A onça-parda caça a qualquer hora do dia, quando a fome aperta, mas parece que prefere o crepúsculo. É exclusivamente carnívora, e sua dieta inclui vários pequenos animais, como as lebres, mas também outros maiores, como os veados.

O cio da onças-pardas dura de 3 a 4 dias, com intervalos de 23 dias, e a gestação vai de 90 a 96 dias, nascendo de 1 a 6 filhotes, que pesam de 200 a 400 gramas cada. Na América do Sul os nascimentos acontecem entre fevereiro e junho.

As fêmeas atingem maturidade sexual depois de 30 meses e os machos aos 36 meses.

Como a maioria dos felídeos, a onça-parda infelizmente também está sob séria ameaça de extinção, tanto pela redução de seu habitat quanto pela caça.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias