Menu
quinta, 18 de outubro de 2018
Cidade

Bauru vem a São Carlos conhecer atendimento à mulher vítima de violência

?O atendimento à mulher vítima de violência é uma discussão nacional, e São Carlos está à frente porque já desenvolve um trabalho reconhecido nessa área, um exemplo disso é a Casa Abrigo?, disse a assistente social de Bauru

11 Fev 2009 - 10h24Por Redação São Carlos Agora
Representantes da Secretaria de Bem Estar Social de Bauru, Maria Cezarina Brás, diretora do Departamento de Proteção Especial, e Silmaire Tarantella, assistente social, acompanhadas de Acyr Motta, presidente do Conselho Municipal da Condição Feminina de Bauru, estiveram na última semana conhecendo o trabalho desenvolvido pela Divisão de Políticas para as Mulheres, coordenada pela Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social da Prefeitura de São Carlos.

Além de conhecer o trabalho da Divisão, da qual fazem parte o Centro de Referência da Mulher, a Casa Abrigo “Gravelina Terezinha Lemes” e a Rede de Atendimento à Mulher, as representantes da Prefeitura de Bauru também puderam conhecer os programas desenvolvidos junto ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.

A visita foi monitorada pela chefe da Divisão de Políticas Públicas para as Mulheres e do Centro de Referência da Mulher, Raquel Auxiliadora dos Santos, e por Tânia Mara Carneiro, coordenadora da Casa Abrigo, que transmitiram às visitantes todas as informações sobre o modelo de políticas públicas implantadas pela Prefeitura de São Carlos a partir de 2001 para assegurar os direitos das mulheres. “Um dos objetivos principais da Prefeitura de Bauru foi conhecer o trabalho desenvolvido na Casa Abrigo”, explicou Raquel.

A assistente social Silmaire Tarantella, confirmou o interesse em conhecer o trabalho da Casa Abrigo porque, segundo ela, a Secretaria de Bem Estar Social pretende disponibilizar esse serviço em Bauru. “A implantação de medidas voltadas ao atendimento à mulher vítima de violência é uma discussão nacional, e São Carlos está à frente porque já desenvolve um trabalho reconhecido nessa área, um exemplo disso é a Casa Abrigo”.

Já Acyr Motta, presidente do Conselho Municipal da Condição Feminina de Bauru, parabenizou São Carlos pelo trabalho, principalmente por ter um Centro de Referência da Mulher. “Com todos esses serviços oferecidos São Carlos tem um atendimento integral às mulheres”.

O Centro de Referência da Mulher é um equipamento da Prefeitura, vinculado à Divisão de Políticas para Mulheres, que tem como objetivo prevenir, promover e assegurar os direitos das mulheres. O Centro articula a Rede de Atendimento à Mulher, cuja finalidade é agregar todos os organismos e instituições que atendem as mulheres vítimas de violência. O Centro de Referência da Mulher está localizado na rua 13 de Maio, 1.732, no centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3307-7799.

Já a Casa Abrigo “Gravelina Teresinha Lemes” foi fundada em 8 de março de 2001 pela Prefeitura. De caráter sigiloso e provisório, tem como objetivo principal o acolhimento da mulher e seus filhos menores em situação de risco iminente pelo período necessário à sua proteção e integridade física. Oferece acompanhamento aos atendimentos de saúde, orientação jurídica e psicológica, garante o convívio escolar dos filhos e promove o desenvolvimento de uma consciência crítica e o fortalecimento da mulher no seu cotidiano. Como é de caráter sigiloso o endereço da Casa não é divulgado. Até 2008 a Casa já tinha abrigado 151 mulheres e 268 crianças e adolescentes.

A Prefeitura de Sumaré também já enviou uma comitiva para conhecer o trabalho desenvolvido em São Carlos na área de atendimento à mulher vítima de violência.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias