Menu
quinta, 24 de janeiro de 2019
Cidade

Após mortes, Barba proíbe o Corso na Tusca

19 Set 2011 - 14h13
Barba: o excesso de consumo de bebidas alcoólicas e o jeito que a festa tem sido conduzida foram decisivos para que a prefeitura optasse pelo final do corso - Barba: o excesso de consumo de bebidas alcoólicas e o jeito que a festa tem sido conduzida foram decisivos para que a prefeitura optasse pelo final do corso -

Após registrar duas mortes neste ano e outra em 2010, o "Corso" está proibido em São Carlos. A decisão foi divulgada pelo prefeito Oswaldo Barba no final da manhã desta segunda-feira (19) após uma reunião com o secretariado.

"O excesso de consumo de bebidas alcoólicas e o jeito que a festa tem sido conduzida foram decisivos para que a prefeitura optasse pelo final do corso", disse o prefeito.

Apesar de toda a segurança montada para evento que contou com Policia Militar, Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros e até mesmo do Helicóptero Águia, a ação não foi suficiente para que ocorrências graves como a morte do estudante pudessem ser evitadas.

Barba ainda ressaltou que todas as exigências para a realização da Tusca foram cumpridas e mesmo assim a cidade mostrou que não possui condições para receber o evento. "Até que mostrem o contrário, o corso está proibido".

Apenas o Corso foi proibido. Os jogos e a realização da Tusca vão continuar a acontecer, para isso as atléticas deverão se reunir com as universidades e assim definir o rumo do evento.

Ao ser questionado sobre o pequeno número de policiais que fizeram a segurança do corso, o prefeito Oswaldo Barba afirmou que a PM cumpriu com seu trabalho.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias